Mercúrio, o MENSAGEIRO, o que leva e traz a informação.
Quando está direto faz as coisas avançarem no Mundo mais rapidamente. É a informação que nos liga a todos. Um sim ou um não, um documento ou uma notícia podem mudar os planos da noite para o dia.

Quando está retrógrado não é tanto no exterior que ele trabalha, mas dentro de nós, em pensamentos, reflexões ou estudos. Os assuntos que dependem de terceiros não avançam tão depressa pois é o tempo de amadurecimento de ideias.

Mercúrio está em Capricórnio desde 7/jan e fechou o ano 2022 retrógrado. Tem sido um período produtivo para repensar compromissos de longo prazo em que as prioridades podem ser a estabilidade ou crescimento financeiro, mais status game ou realização pessoal.

Algumas reflexões com sentido deste período de retrogradação:

Que compromissos para 2023 garantem os resultados desejados? Quais os recursos que asseguram o seu sucesso? É tempo? Planeamento? Dinheiro?
Que planos B considerar?

Mercúrio fica direto esta quarta - dia 18 - e no mesmo dia ocorre a conjunção Sol-Plutão.

Depois no dia 10/fev temos a conjunção Mercúrio-Plutão! Quando os planetas tocam Plutão ocorre transformação e Alquimia de alguma ordem. Assim, uma nova ordem mental está por revelar-se e permitirá ajustar planos.

Como dia 22/jan temos ainda uma conjunção Vénus-Saturno, essa nova ordem de ideias pode passar por novos compromissos que se formalizam ou que chegam ao fim… coisas que precisam de ser definidas com terceiros… como limites e papéis de cada parte.

Considerando também que Marte ficou direto recentemente, os sinais apontam para um período em que informação relevante vai chegar até nós nas próximas semanas, ou somos nós que a levaremos a alguém. Isso vai permitir avançar com planos anteriormente pensados ou gerar oportunidades que abrem novos caminhos de crescimento, no novo ciclo lunar que vem a caminho – dia 21/jan.

Saibamos confiar nas ideias que foram amadurecidas durante o período de Mercúrio retrógrado e que as mesmas nos guiem agora para estarmos atentos às oportunidades a agarrar.

Fiquem bem! 

obrigado pela partilha | monica teixeira | DFAstrolS